© Renato Cabral
Abrupt é um projeto de performance audiovisual que se desenrola através do conflito (e conjunção) de duas entidades: a vida e a máquina. Dá palco à encenação metafórica do sistema maior que rege a vida. Sistema esse que, como não poderia deixar de ser, foi utilizado na construção da máquina. É nesse limiar entre o que é a essência orgânica da vida e o que é considerado artificial que esta peça se materializa.
Esta evolução é característica de um modo corpóreo de pensar a questão da máquina. O colectivo Berru e o artista sonoro Cláudio Oliveira juntam-se nesta ocasião para esticar o campo de possibilidades destas questões. No que tem vindo a ser, na prática de ambos, uma procura constante de criação intencionalmente desenvolvida com máquinas.
------------------
Os Berru são um colectivo de artistas que tem vindo a desenvolver um conjunto de trabalho baseados não tanto numa ideia de disciplina artística, mas sim numa ideia de exploração de mecanismos, conceitos e materiais muito diferenciados. Trabalham indistintamente com imagens em movimento, escultura, som, new media, sendo que há sempre um elemento performático e muito dinâmico em todas as obras que desenvolvem.
 Cláudio Oliveira (Dust Devices), compositor, sonoplasta e diretor de fotografia, licenciado em Cinema e Audiovisual pela ESAP e desde cedo se interessou pela produção de música eletrónica e criação no mundo das artes visuais. A combinação destas duas plataformas de expressão levou a que desenvolvesse vários projetos ao longo da sua carreira relacionados com ambas, escrevendo música regularmente para cinema de ficção e documental, videojogos, publicidade e instalações para vários clientes internacionais e nacionais como o grupo Sonae, Fly London, ModaLisboa e Walk&Talk.

- Um espectáculo em parceria com o Grémio Caldense - 
*os horários dos eventos estão sujeitos a alterações tendo em conta a atualização das medidas de contingência face à COVID-19
Back to Top